“Quando crescemos no meio das vinhas, o vinho faz parte de nós, corre-nos nas veias” António Maria Soares Franco

A Lux Gourmet foi à antestreia de “Aquilo que nos Une” e por lá encontrámos António Maria Soares Franco, um dos elementos da sétima geração da Casa José Maria da Fonseca, com quem trocámos dois dedos de conversa.

O filme, assinado por Cédric Kaplisch, gira em torno de uma família de vinicultores. Tendo em conta o tema, o enredo pode eventualmente cruzar-se, em alguns pontos, com a história da família de António Maria Soares Franco. Aliás, foi precisamente essa curiosidade que levou o administrador e vice-presidente responsável pela área Comercial, Vendas e Marketing à sala de cinema das Amoreiras.

Aproveitámos ainda o momento para falar com António Maria Soares Franco e saber mais sobre o negócio de família que tem passado de geração em geração.

Está curioso com a história do filme?

Adoro ver filmes com esta temática. E então este, que é sobre uma família que vive do vinho, diz-me muito. Procuro constantemente novas películas do género, livros, séries…

Curiosamente, tal como acontece aqui, na nossa família também somos dois irmãos e uma irmã.

Fiquei com interesse em verificar eventuais semelhanças entre esta família e a nossa.

Tratando-se da sétima geração de uma família habituada a trabalhar com vinhos, é impossível fugir à regra?

Há sempre um chamamento muito grande. Quando crescemos no meio das vinhas, o vinho faz parte de nós, corre-nos nas veias. Senti, desde sempre, que a minha vida ia passar pelo vinho. Podia ter divergido, ter outras profissões, tive essa possibilidade, mas o chamamento do vinho e a questão do sangue foram mais fortes do que tudo o resto. Era inevitável não acontecer.

Obviamente não há espaço para todos os elementos da família dentro da empresa. Tem de haver um processo de decisão, na forma como se integra a família dentro da empresa, mas, sem dúvida nenhuma, todos nós temos esse bichinho cá dentro e em determinada altura das nossas vidas sentimos esse chamamento.

Como é que é pertencer à sétima geração de uma família com estas raízes?

Por um lado é muito gratificante, por outro sente-se muita responsabilidade, quando pensamos em tudo aquilo que as seis gerações anteriores já fizeram.

Temos de honrar tudo o que foi feito e entregar à próxima geração aquilo que recebemos da anterior.

Costumo dizer que não somos donos de nada, somos guardiões de um património para entregar à próxima geração. Pelo menos, nas mesmas condições em que o recebemos.

Há cada vez mais jovens produtores de vinho. Esta concorrência é positiva?

Portugal tem muito espaço para crescer lá fora. Se olharmos para os mercados de exportação, Portugal ainda é um pequeno produtor. Portanto, vejo de uma forma muito positiva que hajam mais produtores a fazer bons vinhos e a puxar o nome do nosso país para cima.

No fundo, ao fim do dia, não somos concorrentes, estamos todos a trabalhar para o mesmo objetivo, que é elevar o nome dos vinhos portugueses. Mais do que concorrentes, estamos a cooperar neste projeto de levar o vinho português pelo mundo fora.

Há uma aposta grande em levar o nosso vinho para o estrangeiro. E por cá?

Portugal continua ser um mercado muito importante, para nós é um mercado muito importante. Até porque cada vez mais as pessoas viajam. Os turistas quando vêm a Portugal bebem o nosso vinho, vão ao restaurante e gostam da experiência. E, quando voltam para o país de origem, vão querer beber os vinhos que provaram cá.

Apostar em Portugal também é estratégia. É muito importante estar bem em Portugal.

Não esquecemos de todo o mercado nacional. Aliás, temos uma aposta muito forte no nosso mercado.

Agora, se pensarmos a longo prazo, os grandes crescimentos virão inevitavelmente dos mercados de exportação. A longo prazo, certamente que a estratégia da empresa tem de passar pela exportação.

No cinema a partir de 26 de outubro

+3 -0
Total
439
Shares

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   000-089   300-135   9A0-385   1V0-601   70-412   70-347   300-070   000-104   350-060   200-310   70-488   C_TFIN52_66   N10-006   000-017   NS0-157   c2010-657   CAP   70-413   220-801   200-310   200-120   500-260   CISM