À conversa com… Rita Rugeroni. “Por Amor e Por Amizade” é o seu livro de estreia.

Já escolheu o livro para as suas férias? “Por Amor e Por Amizade” é o novo livro de Rita Rugeroni, que pode e deve ser partilhado por toda a família. Uma visão moderna e bem-disposta sobre o divórcio e as várias dinâmicas familiares, e por isso uma boa ferramenta para ajudar os adultos a explicarem estes temas às crianças.

A Lux Gourmet esteve à conversa com a autora, que se estreia nos livros com esta história infantil, ilustrada por Pedro Benvindo, e que garante que esta “é uma história sem moralismos e que não pretende dar lições a ninguém, apenas relembrar a importância do nosso clã e desmistificar, na cabeça das crianças, os vários tipos de famílias que existem hoje em dia”. Rita Rugeroni acrescenta: “Não há famílias perfeitas, nem famílias melhores que as outras, há apenas sentimentos que as unem”.

Que novas dinâmicas familiares são abordadas neste seu novo livro?
As dinâmicas do tempo em que vivemos, não só das famílias, como também do papel que mães e pais hoje desempenham.

“Por Amor e Por Amizade” abrange famílias de modelo tradicional, em que os filhos vivem com os pais na mesma casa, famílias de pais divorciados e as chamadas famílias dos “meus, teus e nossos”. Mas muitas outras se podiam incluir, como as famílias monoparentais, de pais homossexuais…

Quais as “ferramentas” necessárias para explicar a uma criança que os pais vão seguir caminhos diferentes, e que a família e a vida em casa, tal como ela a conhece, irá ser diferente?
Não há fórmulas mágicas, nem ferramentas ideais. Cada família tem a sua própria dinâmica e a relação dos pais também varia muito.

Este livro não pretende ser um manual de instruções para explicar às crianças que os pais vão seguir caminhos diferentes. É acima de tudo a minha experiência e o meu olhar sobre o assunto.

Dizer aos filhos que os pais vão divorciar-se é, provavelmente, a conversa mais difícil de se ter, tentamos adiar ao máximo, ou pelo menos, até acharmos que a decisão é definitiva.

O livro chama-se “Por Amor e Por Amizade” porque foi essa a explicação que dei aos meus filhos… Os pais já não gostam um do outro por Amor mas sim por Amizade e, por isso, tal como acontece com os amigos, cada um vai viver na sua casa.

Recorrer a uma linguagem infantil ajudou-os muito a compreender um assunto, que já de si é complexo para os adultos. De nada adianta falarmos em “divórcio” ou “separação” se para a maior parte das crianças é um conceito abstrato.

No meu caso, o mais importante foi transmitir-lhes que em nenhum momento a nossa decisão ia pôr em causa a relação e as rotinas que tínhamos desde sempre. Ia continuar a ser tudo igual só que em casas diferentes!

Dizer que a partir de agora vai ser tudo em dobro é suficiente?! Será esta a resposta correta, quando afinal o que que se pretende transmitir às crianças são valores como a união, partilha, compreensão…
Ninguém tem a resposta correta para isso! Já muito se falou e estudou sobre o assunto, mas eu continuo a acreditar que cada pai e mãe faz o melhor que sabe.

Dizer que se vai ter tudo em dobro é uma maneira de compensar os filhos por aquilo que vão perder, e é também muito comum e sugerida por alguns pediatras. Ainda assim acho que o foco não deve ser quantitativo.

Não se trata do dobro de presentes que podem receber (ainda que eles fiquem todos contentes!) mas sim da segurança de que tudo vai correr bem. Aconteça o que acontecer eles são a nossa prioridade e as regras mantêm-se!

“Por Amor e Por Amizade” é um livro para crianças ou para adultos? A quem vem ajudar mais?
É um livro infantil, mas que vai ter sentido também para os adultos. É um livro de e para famílias. Sem qualquer pretensão de dar lições de moral a ninguém.

Acredito pode ajudar a desmistificar o assunto “divórcio” na cabeça de muitas crianças e ajudar aquelas que têm os pais juntos a compreenderem melhor e a respeitarem estas novas famílias que vão sendo cada vez mais uma realidade.

Em quê que se inspirou para escrever sobre o tema?
Não sendo uma história autobiográfica, tem muito de mim, daquilo em que eu acredito e da forma como geri todo este processo com o pai dos meus filhos.

“É também a minha história e o meu olhar sobre quem já se divorciou e voltou a juntar as peças todas”, refere Rita Rugeroni, radialista da Rádio Comercial, sobre este novo projeto que tanto a orgulha.

"Por Amor e Por Amizade"
“Por Amor e Por Amizade, Editora 0a8 | €9,99 | 32 páginas

+0 -0

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   000-089   300-135   9A0-385   1V0-601   70-412   70-347   300-070   000-104   350-060   200-310   70-488   C_TFIN52_66   N10-006   000-017   NS0-157   c2010-657   CAP   70-413   220-801   200-310   200-120   500-260   CISM