Já levantou voo a primeira edição da TAP Wine Tour

Com o objetivo de promover os vinhos portugueses e oferecer uma verdadeira experiência do melhor de Portugal, a TAP criou a iniciativa “TAP Wine Experience“. Três dias a “voar” pelas regiões vinícolas e experimentar o que cada uma tem de melhor.

Algumas dezenas de jornalistas, opinion makers e especialistas na área, oriundos de vários países, aceitaram o convite da TAP para embarcar nesta tour, que pretende dar a conhecer as nossas regiões e os nossos produtores numa experiência enófila ímpar.

Em 2016 a Companhia serviu 1,2 milhões de garrafas de vinho nacional, sendo por si só, uma grande montra da gastronomia, dos produtos portugueses e da sua degustação. Com o intuito de alargar a sua carta de vinhos a bordo, a TAP tem em vigor um concurso dirigido a pequenos e grandes produtores, para a aquisição de 2,5 milhões de garrafas para os próximos dois anos.

Os vencedores serão divulgados, hoje dia 16 de novembro, no evento TAP Awards, a realizar na Real Companhia Velha, no Porto.

A primeira paragem, na região do Tejo, teve como destino a Quinta da Alorna.

Nascida em 1723, hoje a empresa faz questão de acompanhar a modernização através de uma constante qualificação e de práticas ambientais sustentáveis.

Com produtos presentes em 28 países, a exportação representa cerca de 50% do volume de negócios da empresa, que conta com 220 hectares de vinha.

Pedro Lufinha é o diretor geral desta empresa que tem, entre a sua equipa, a Wine Maker Marta Simões, e que vai já na quinta geração.

Ao mesmo tempo que o almoço era servido foi possível conhecer as várias ofertas com o selo Quinta da Alorna. Entre elas destaque para Marquesa de Alorna Grande Reserva Branco. Um produto de excelência, onde se pretende apenas o melhor do melhor, sendo um vinho que só existe quando a colheita é boa. Como tal, não vai ter o da colheita de 2016. A este juntaram-se outros, como o tão distinto Quinta da Alorna Late Harvest Tinto, de 2013.

A Quinta ainda não funciona como enoturismo, mas há já um projeto nesse sentido.

De seguida, aterrámos em Évora para visitar a Herdade do Esporão.

David Baverstock, o diretor de Enologia, conduziu-nos na visita à Adega e às Caves, onde provámos vinhos como o Quinta dos Murças Reserva Douro 2012, um tinto de vinhas velhas – Pisa a Pé, e um branco, que não se encontra no mercado e que apenas é servido aos convidados da Herdade. O vinho de teste n.9 foi o primeiro a ser servido e tão depressa não será esquecido.
Foi ainda dado a provar, o primeiro vinho orgânico do Esporão. Com um PVP de €12, encontra-se no mercado há apenas alguns meses. Contudo, Baverstock avança que “dentro de três anos todos os vinhos Esporão sejam orgânicos”. À excepção do Monte Velho. Não só porque a expectativa é que seja melhor, mas também por uma questão de sustentabilidade. Tem de haver, por exemplo, um cuidado acrescido no gasto/consumo de água no processo.

O primeiro dia desta nova tour encerrou com um jantar no Monte da Ravasqueira.

Aqui foi possível visitar a coleção de 37 coches, patente no museu da Ravasqueira.

À medida que se foi degustando o jantar foi possível experimentar os vários vinhos da Quinta, e nem a geleia de vinho branco, servida juntamente com os aperitivos, passou despercebida.

TAP Air Portugal

+0 -0
Total
29
Shares

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   000-089   300-135   9A0-385   1V0-601   70-412   70-347   300-070   000-104   350-060   200-310   70-488   C_TFIN52_66   N10-006   000-017   NS0-157   c2010-657   CAP   70-413   220-801   200-310   200-120   500-260   CISM