Mulheres com Tomates, uma conversa que deu frutos!

Mulheres com Tomates é o nome desta tertúlia, que contou com o seguinte painel de oradoras: Alexandra Prado Coelho, Ana Carrilho, Constança Raposo Cordeiro, Graça Saraiva, Maria Canabal, a chef Marlene Vieira e Rita Nabeiro. Uma conversa moderada por Mónica Franco.

As mentoras deste projeto

Era para ser uma conversa de cerca de uma hora e meia, mas foi mais. Sete mulheres de referência no mundo da gastronomia nacional e internacional reuniram-se à mesa, da Second Home, no Mercado da Ribeira, para um debate informal sobre o lugar que as mulheres têm vindo a conquistar neste setor, dominado pelos homens.

A primeira questão lançada para a mesa, foi: Há ou não discriminação no mundo da gastronomia em relação às mulheres? Uma pergunta bastou para dar que falar.

Todas, na mesa, após uma breve apresentação, responderam à questão. Umas de forma pessoal, baseadas nos seus próprios testemunhos, que aqui quiseram partilhar. Outras apenas opinando, com o que indiretamente sentem, viram ou lhes foi contado.

O que é certo é que se ouviram histórias da vida real. Umas inspiradoras. Outras de revolta. Todas emocionantes.

A chef Marlene Vieira foi das primeiras a falar. Pelo caminho, que já vai longo já conheceu o sabor doce e o amargo da questão. “O Chef Baiena sempre me tratou de forma igual. Inclusive foi ele que me deu o empurrão para trabalhar sozinha”.

No entanto, recorda que quando se tornou chef, com 26/27 anos “houve cozinheiros, homens, que se recusaram a ser chefiados por uma mulher”. “Primeiro não entendi, chorei muito. Depois percebi, que isso me tornou mais forte, portanto, até foi positivo”.

Revelou ainda que depois de ter sido mãe, aos 35 anos, tudo o que tinha feito até então, foi como se tivesse sido apagado. “Tive de começar tudo de novo!” Atualmente, tem o restaurante Panorâmico, no Tagus Park, onde serve, maioritariamente, almoços a executivos. “Tenho uma equipa de 30 pessoas, homens e mulheres”.

Por sua vez, Ana Carrilho, do Azeite Esporão, defende que “uma equipa feliz trabalha melhor”.  Mãe, aos 37 anos, teve, juntamente com o marido, de fazer uma opção. Um deles tinha de abdicar do trabalho que exerciam na altura, pois não conseguiam gerir a vida profissional com a familiar. “Ele abdicou da profissão que tinha e tornou-se consultor para ter mais tempo. E tivemos outro filho”. E acrescentou com um sorriso nos lábios: “Às vezes temos de deixar o trabalho mais maternal para os pais”.

Bastante mais nova, Constança Raposo, a dar os primeiros passos largos na sua carreira, em Londres, diz nunca ter sentido qualquer tipo de discriminação por ser mulher. Houve, na plateia, quem dissesse que ela andava distraída. Mas a jovem barmaid garante que esteve sempre muito atenta.

Tal como Constança, também Graça Saraiva, da Ervas Finas, disse nunca ter sentido esse mal-estar por parte de nenhum homem, mas lamenta o facto de muitas mulheres não saberem lidar com o sucesso de pessoas do mesmo género.

Houve quem dissesse que a discriminação existe, apoiando-se em factos ocorridos na primeira pessoa, outras há que nunca o sentiram – que bom!

E, não foram só as oradoras que tinham testemunhos para revelar. Também na plateia se manifestaram. Contaram as suas experiências e o resultado delas – alguns felizes, outros nem tanto.

Outro apontamento “bom” é que para o ano querem voltar e, se possível, com homens à mesa.

Isso então, ainda seria melhor!

A primeira edição de Mulheres com Tomates, integrou a Lisbon Food Week, de 10 a 13 de novembro.

@nutsbranding
+1 -0
Total
65
Shares

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   000-089   300-135   9A0-385   1V0-601   70-412   70-347   300-070   000-104   350-060   200-310   70-488   C_TFIN52_66   N10-006   000-017   NS0-157   c2010-657   CAP   70-413   220-801   200-310   200-120   500-260   CISM