Filipa Mota “veste” a Madison Avenue com talheres

 Filipa Mota tem 20 anos e é uma jovem promessa no Design Internacional. A Lux Gourmet esteve à conversa com a estudante da School of Visual Arts, de Manhattan, Nova Iorque, que já tem um novo projeto em mãos.

Nasceu em Leiria e rumou aos Estados Unidos. Está nos seus planos regressar a Portugal?
Vim viver para os Estados Unidos com 17 anos. Candidatei-me a uma escola secundária para estudantes internacionais em Boston e foi aí que fiz o 12.º ano. Depois decidi ficar para a universidade. Por agora estou a pensar continuar em Nova Iorque depois de acabar o curso. Talvez mais tarde regresse a Portugal!

Como surgiu este desafio e a ideia de usar os talheres para a construção do vestido?
Há um evento a decorrer na parte uptown da avenida Madison chamado “One of a Kind Luxury”. O evento tem como fim promover algumas das lojas de luxo situadas naquela zona e conta com a participação de 36 grandes marcas como Dolce&Gabanna, Hèrmes ou Bottega Veneta. O presidente da Madison Avenue Business Improvement District, que está a organizar o evento, convidou o meu professor de 3D Design, Kevin O’Callaghan, a desafiar os seus alunos para que criassem peças que viessem a ser expostas na avenida, no âmbito de “One of a Kind Luxury”.
Daí surgiu então o projecto. Os alunos de 3D Design do 3.º e 4.º ano da School of Visual Arts, no total 28, foram desafiados a escolher um objecto banal e transformá-lo numa peça de moda. No final apenas 14 foram selecionados para a exposição – que terminava no dia 15, mas foi prolongada até ao dia 21 de novembro.

Qual a maior dificuldade na concretização deste trabalho?
Para a minha peça, escolhi talheres e criei uma mala e um vestido. Houve dois grandes obstáculos para a execução: primeiro, o material – os talheres são feitos de aço inoxidável, um material difícil de trabalhar – e depois, o peso. O vestido é feito de cerca de 380 garfos, 60 colheres e duas conchas de sopa e é muito, muito pesado. Foi um desafio perceber qual a melhor maneira para construir o vestido e assegurar que ficaria intacto durante as três semanas de exposição.

Como foi acolhida a sua ideia, antes de estar concretizada? 
O conceito para o projeto foi logo aprovado pelo meu professor. No entanto, fomos todos avisados de que apenas teríamos duas semanas para criar as nossas peças. Como referi, foi difícil aprender a trabalhar com os materiais e houve várias vezes em que me disseram que não seria capaz de terminar o projecto a tempo. Somos 28 alunos nas duas turmas e apenas 14 foram selecionados para a exposição, por isso a competição foi constante durante todo o processo.

E que feedback recebeu?
Temos recebido feedback muito positivo não só da imprensa e televisão de Nova Iorque, como também de estúdios de design e instituições como o Metropolitan Museum of Art. Uma vez que as nossas peças estão expostas em vitrinas no meio da rua, são acessíveis a todos, o que aumenta exponencialmente a nossa audiência. Sempre que vou a Madison Avenue ajudar na manutenção das vitrinas há imensas pessoas que param, curiosas, e fazem-me perguntas. Acho que o que lhes fascina mais talvez seja como pegámos em objectos banais, que facilmente num contexto diferente seriam ignorados, e lhes demos um uso completamente inesperado.

Qual é a sensação de ver o seu trabalho exposto em plena Madison Avenue?
Obviamente estou muito feliz por ter conseguido ter as minhas peças expostas! É sempre gratificante quando vemos o nosso trabalho ser reconhecido.

E agora, qual vai ser o destino do vestido?
Penso que possivelmente daremos continuidade numa localização diferente, mas não sei quais serão as opçōes. Recebi algumas ofertas para comprarem o vestido. Espero que eventualmente o possa vender.

Que portas espera que se abram?
Enquanto estudante de design gráfico, a maior parte dos projetos que faço são a 2D no computador. Esta cadeira foca-se na parte 3D de design e é mais direcionada ao design ambiental, para interiores ou mesmo para sets de televisão ou montras de lojas. Para mim tem sido óptimo ter a oportunidade de deixar de lado o computador e trabalhar neste tipo de projectos. Idealmente esta exposição permitir-me-à criar contactos importantes na indústria. Ainda me falta um ano, depois deste, para terminar o curso. Tenho entrado em contacto com estúdios de design embora não esteja para já à procura de uma oportunidade a tempo inteiro.

Já recebeu outros convites?

Estamos a preparar um projeto grande para a cadeira de 3D Design, que terá exposição em Fevereiro. Não posso partilhar muito sobre os detalhes, mas terá a ver com política.

+3 -0
Total
39
Shares

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   000-089   300-135   9A0-385   1V0-601   70-412   70-347   300-070   000-104   350-060   200-310   70-488   C_TFIN52_66   N10-006   000-017   NS0-157   c2010-657   CAP   70-413   220-801   200-310   200-120   500-260   CISM