‘Boca do Inferno’ uma aguardente 100 Maneiras!

100 Maneiras lança aguardente em colaboração com a Quinta de Covela. Chama-se ‘Boca do Inferno’… só podia!

O chef Ljubomir Stanisic e o seu Bistro 100 Maneiras têm uma novidade para lhe apresentar:  a’Boca do Inferno’. Uma aguardente que nasce de uma parceria com a Quinta de Covela.

“Com uma dupla destilação em alambique tradicional de cobre, esta aguardente destaca-se pelo seu aroma austero e intenso, e paladar macio, mas poderoso e complexo”.

O nome, ‘Boca do Inferno’ deriva da desconstrução da palavra aguardente – a água que arde, que é “inferno”. Mas a ligação à zona geográfica de Cascais – Boca do Inferno – foi também uma das razões que levou à escolha do nome, uma vez que foi aí que o chef Ljubomir abriu o seu primeiro restaurante.

‘For Hell’ Sake’ é a sugestão de Jorge Camilo, chefe de bar do Bistro 100 Maneiras, para estes dias de verão. Um cocktail que celebra esta parceria com a Quinta de Covela.

Boca do Inferno

For Hell’ Sake
25ml Boca do Inferno
2 ramos Tomilho limão
15ml Ancho reyes
35ml Sake
30ml Sumo de limão
10ml Sumo de pepino
15ml Goma de gengibre
1 colher de bar de Vinagre infusionado com pepino

O rótulo foi criado pelo diretor de arte do espaço, Vasco Branco. “A ideia foi misturar o imaginário incrível de Gustave Doré nas ilustrações do Inferno de Dante à figura do Adamastor e ao poema ‘O Monstrengo’, que transmite a ideia de força e poder (da aguardente bagaceira) e remete para a história de Portugal e para os Descobrimentos”.

Atualmente, a aguardente está disponível no bar Bistro 100 Maneiras

Num anfiteatro natural com exposição a Sul nas encostas do rio Douro, situado na fronteira entre a zona granítica da Região dos Vinhos Verdes e a região de xisto dos Vinhos do Porto, situa-se, desde o Século XVI, a Quinta de Covela.

Com vistas panorâmicas sobre o rio, a quinta tem 49 hectares, dos quais 18 plantados com vinha, distribuídos por duas freguesias do Baixo Douro, São Tomé de Covelas e Santa Cruz do Douro, reconhecidas pela sua beleza natural e pela sua rica história cultural.

+0 -0
Total
76
Shares

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   000-089   300-135   9A0-385   1V0-601   70-412   70-347   300-070   000-104   350-060   200-310   70-488   C_TFIN52_66   N10-006   000-017   NS0-157   c2010-657   CAP   70-413   220-801   200-310   200-120   500-260   CISM